FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES E SUBJETIVIDADE NO CURSO DE PEDAGOGIA DA TERRA DA FE/UFG

Denise Elza Nogueira Sobrinha, Ruth Catarina Cerqueira Ribeiro de Souza

Resumo


A proposta desta pesquisa, ora em desenvolvimento no curso de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação da FE/UFG, tem como objeto de estudo os sentidos subjetivos atribuídos pelos sujeitos aprendentes no processo de formação inicial de professores no curso de Pedagogia da Terra da FE/UFG. O curso foi firmado por meio de um convênio entre o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), o Programa Nacional de Educação nas Áreas de Reforma Agrária (PRONERA), a Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (FE/UFG) e a Via Campesina da qual participam vários movimentos sociais, entre eles, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o Movimentos dos
Pequenos Agricultores (MPA), o Movimento dos Atingidos por barragens (MAB), a Pastoral de Juventude Rural (PJR) e a Comissão Pastoral da Terra (CPT).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.