A COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DO CURSO DE DIREITO E A EFETIVAÇÃO DO ENSINO JURÍDICO DE QUALIDADE

Paulo Henrique Miotto Donadeli

Resumo


Nos ultimos anos tem-se visto um elevado número de autorizações de cursos superiores de Direito no Brasil por parte do Ministério da Educação. Questiona-se a qualidade dos inúmeros cursos existentes. Mas, o presente artigo não quer discutir os critérios e requisitos de abertura dos cursos e muito menos o controle e fiscalização por parte dos órgãos competentes de educação. Apenas, busca-se analisar alguns pontos que se entende ser fundamentais para a construção
de um ensino jurídico que atenda as expectativas da sociedade, verificando a atuação pedagógica do coordenador para a efetivação da qualidade educacional.
A discussão sobre a qualidade do ensino jurídico no país é feita
diariamente pelos dirigentes e educadores. A resposta não esta numa única vertente ou prática. Mas requer um conjunto de ações integradas que envolvam a aplicação do princípio da indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão. Mais do que isto, acrescenta-se a necessidade de se impor uma indissociabilidade entre teoria, prática e ética na formação jurídica acadêmica, e a colaboração do corpo docente e
discente na missão de buscar a qualidade que reflete os novos anseios sociais, não somente na perspectiva do mercado de trabalho, mas acima de tudo na visão humana.

Texto completo: PDF

Apontamentos