Histórico do periódico

A Revista Profissão Docente (ISSN – 1519-0919) é um periódico científico semestral, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade de Uberaba – UNIUBE. Publica trabalhos inéditos na área da Educação, em diferentes perspectivas teóricas e metodológicas, visando contribuir para a pesquisa e o debate acerca de temáticas que perpassam o cenário da área, em âmbito regional, nacional e internacional. A revista recebe para publicação artigos, entrevistas, resenhas, documentos, relatos de experiência, redigidos em língua portuguesa, espanhola ou inglesa, que abordem, predominantemente, temas relacionados aos processos educacionais e seus fundamentos, ao desenvolvimento profissional, formação, trabalho docente e processos de ensino-aprendizagem em diferentes contextos, níveis e modalidades. Foi lançada em janeiro de 2001, e desde então publica anualmente números com contribuições para a área. Em 2008, deu-se início a um processo de reestruturação, tendo em vista sua adequação aos novos padrões reguladores vigentes. Por ocasião da comemoração dos 10 anos da Revista, em 2011, sua Equipe Editorial concentrou esforços para adequá-la ao atual sistema de editoração (conduzido pela Plataforma SEER e recomendado pela CAPES). Para tanto, todos os números (desde o primeiro, de 2001) foram padronizados. No rodapé de cada página, foram inseridos a denominação da Revista, o local de publicação, o volume, o número, a paginação de início e de fim, o período mensal, o ano de publicação e o ISSN. Posteriormente foram salvos em Portable Document Format (PDF) e disponibilizados no Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER). Além disso, ressalta-se: a presença de artigos de pesquisadores nacionais e estrangeiros; o caráter exógeno da revista, que assegura 80% à publicação de artigos de pesquisadores externos à UNIUBE; o respeito às observações apresentadas pelos pareceristas, garantindo a qualidade e a originalidade dos trabalhos publicados. O suporte dado à revista pela UNIUBE, que conta com um centro de processamento eletrônico de tecnologia avançada, disponibiliza um secretário, o setor de informática, o serviço de revisão e a formatação da revista. Em 2018, ocorreram novas mudanças na equipe editorial, liderada, agora, pela Profa. Dra. Marilene Ribeiro Resende. No mesmo ano foi criado um novo layout, bem como introduzido o DOI para identificação dos objetos da Revista. A revista pode ser acessada através do link http://www.revistas.uniube.br/index.php/rpd. Utiliza o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/OJS). Tem publicação seriada arbitrada e atende a normas editoriais da ABNT e publica, pelo menos, um artigo por número de autores filiados a instituições estrangeiras reconhecidas. Está indexada Google Scholar; IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Rede Cariniana; Latindex - Sistema Regional de Informacíon en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal; Periódico de Minas; Portal .periódicos. CAPES; Sumários.org. Em 2018, foram publicados os dois volumes previstos, nos quais se respeitaram os princípios acima apresentados, relacionados à não endogenia, à visibilidade de produções científicas das cinco regiões brasileiras e à internacionalização do conhecimento. No v.18, 38 (DOI: https://doi.org/10.31496/rpd.v18i38), foram publicados 11 artigos, dois deles de autoria de pesquisadores filiados a instituições estrangeiras, um relato de experiência e uma entrevista. No contexto de seu foco e escopo e em consonância com as Linhas de Pesquisa do Programa, os artigos abordaram a formação de professores, além de processos educativos e   práticas pedagógicas. No v.18, n.39 (DOI: https://doi.org/10.31496/rpd.v18i39), foram publicados 13 artigos, um deles de autoria de pesquisadores filiados ao  Instituto Superior de Ciências Educativas do Douro, em Portugal, e uma entrevista. Os textos trouxeram a intenção de ampliar o diálogo sobre a formação de professores, a diversidade, as questões sobre o ensino e a aprendizagem em diferentes níveis e a partir de referenciais teóricos variados. Como o fluxo de entrada de artigos para publicação tem se mostrado ascendente, em 2019, a revista terá sua periodicidade alterada para quadrimestral, o que permitirá a indexação em novas bases. Além disso, em 2019, as diretrizes para os autores foram revistas de modo a permitir maior clareza e segurança aos que desejam publicar na revista, assim como aos editores e também aos avaliadores.