CULTURA MIDIÁTICA NA SOCIEDADE NEOLIBERAL: ENTREVISTA COM A PROFESSORA ADELINA NOVAES

Evandro Salvador Alves de Oliveira, Júlio Henrique Cunha Neto, Sálua Cecílio

Resumo


A temática das tecnologias digitais de informação e comunicação presente nas discussões instauradas na academia, no campo da Educação, perpassa por aspectos relevantes sobre a cultura midiática na sociedade neoliberal. Nesse sentido, este assunto propicia reflexões e debates, questiona consensos que possibilitariam cristalizar e engessar ideias e ações relativas ao comportamento do ser humano em uma dada sociedade; entretanto, distorce imagens e afirmações construídas ao longo da história das mídias e das telecomunicações. Nesta direção, elaboramos uma entrevista fundamentando-se nas obras de Dardot e Laval, Tardif, Raquel Barreto, entre outros autores; com o propósito de trazer à tona algumas contemplações sobre as contestáveis relações entre educação e tecnologias na sociedade neoliberal e seus efeitos na produção de subjetividades. Para tanto, convidamos pesquisadores com destaque no cenário nacional, ponderando suas significativas contribuições registradas na área em que atua. Dentre os pesquisadores convidados, entrevistamos Adelina Novaes (A. N.), considerando sua experiência como pesquisadora e docente na área da educação, sobretudo no Ensino Superior, com uma produção significativa em periódicos e eventos científicos. A seguir, apresentamos, de modo breve, um panorama da formação da entrevistada.


Texto completo:

PDF

Referências


BARRETO, Raquel Goulart. Tecnologias e trabalho docente: entre políticas e práticas. Petrópolis: De Petrus et Alli; Rio de Janeiro: FAPERJ, 2014. 212 p.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016. 413 p.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 11 ed. Petrópolis: Vozes, 2010.




DOI: https://doi.org/10.31496/rpd.v17i36.1164

Apontamentos

  • Não há apontamentos.