DESCORTINANDO O ENSINO DE CONTABILIDADE PARA NÃO CONTADORES: UMA ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOCENTE

Guilherme de Freitas Borges, Flávia Luciana Naves Mafra, Nara Moreira

Resumo


O objetivo principal deste estudo foi caracterizar a percepção de docentes em relação ao ensino de Contabilidade nos cursos de graduação em Administração de quatro instituições de ensino superior, em Minas Gerais. Quanto à metodologia, o estudo envolveu uma pesquisa qualitativa em que se realizou 16 entrevistas semiestruturadas. Os dados foram analisados por meio da Análise de Conteúdo, que revelou 07 categorias. Os resultados apontaram que a percepção docente convergiu para o destaque da importância dos conhecimentos de contabilidade para a formação básica do Administrador, sendo que o processo de ensino deve priorizar a análise e interpretação dos relatórios contábeis. Alguns docentes registraram que existe resistência em relação a temas de contabilidade por parte dos alunos, mas que só aparece nos primeiros módulos do curso e tende a desaparecer ao passo que o aluno amadurece e consegue perceber os entrelaces disciplinares. O sistema de monitoria foi questionado, e acredita-se precisar ser revisto. A interdisciplinaridade acontece de forma tímida e, em alguns casos, possui significado equivocado para os docentes. O estudo apresenta contribuições em nível acadêmico e prático. Acredita-se que os resultados aqui alcançados podem servir como referencial para a ação de coordenadores de cursos e professores de Contabilidade em cursos de Administração.

Palavras-chave: Ensino de Contabilidade; Graduação em Administração; Percepção Docente.


Texto completo: PDF

Apontamentos