REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DOS ALUNOS DOS CURSOS DE PEDAGOGIA E MATEMÁTICA, NA MODALIDADE PRESENCIAL E A DISTÂNCIA, SOBRE UMA “BOA PRÁTICA PEDAGÓGICA”

VANIA MARIA OLIVEIRA VIEIRA, Kamilla Paulina Alves, Carmélia Bugiato Faria Salge

Resumo


Formação de professores, práticas, mediação pedagógica, processo ensino-aprendizagem são atualmente assuntos que ganham destaque no campo da educação. Essa pesquisa, caracterizada por uma abordagem quanti-qualitativa tem como propósito o estudo das mediações ocorridas entre aluno e conhecimento no âmbito dos cursos de Pedagogia e Matemática de algumas Instituições de Ensino Superior da região do Triângulo Mineiro - Universidade de Uberaba, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal do Triângulo Mineiro e Fundação Carmelitana Mário Palmério. Tem como foco as Representações Sociais construídas a partir da pergunta: “O que é uma boa prática pedagógica para você?”. Apresenta como objetivo geral identificar as Representações Sociais que estão sendo construídas por alunos concluintes dos cursos de Pedagogia e Licenciatura em Matemática, na modalidade presencial e a distância, sobre o que pensam ser uma boa prática pedagógica, a partir dos processos de mediação da aprendizagem. A pesquisa encontra-se em andamento e no momento os dados coletados a partir de um questionário estão sendo tabulados, para em seguida, proceder as análises. Toma como suporte teórico-metodológico a Teoria das Representações Sociais de Moscovici (2003), a subteoria do Núcleo Central de Abric (2000) e os aportes teóricos da Análise de Conteúdo de Bardin (2011). A partir dos resultados deste estudo, pretendemos oferecer subsídios que possam contribuir para discussões e reflexões no sentido de melhorar a qualidade da educação.

Palavras-chaves: Formação de professores. Mediação pedagógica. Práticas Pedagógicas. Representações Sociais.


Texto completo: PDF

Apontamentos