DESENVOLVIMENTO MORAL DO ADOLESCENTE INSERIDO EM CONTEXTO ESCOLAR: É POSSÍVEL MEDIR O RACIOCÍNIO E O JUÍZO MORAL DO ALUNO ADOLESCENTE?

Alex Macedo, Osvaldo Dalbério Dal Bello

Resumo


É possível medir e avaliar a competência do raciocínio e juízo moral do adolescente inserido em contexto escolar? A sociedade debate-se diariamente com a necessidade de julgar os outros, sendo constantes as referências aos conceitos de moralidade e desenvolvimento moral. Este artigo realiza uma investigação teórica que se propõe analisar o processo do desenvolvimento moral, concedendo especial atenção à fase da adolescência na qual ocorre a transição da heteronomia para a autonomia moral. Reflete ainda o papel da escola e de seus agentes, principalmente o professor, na construção do desenvolvimento moral do aluno adolescente. Neste âmbito, salienta-se teoria de Kohlberg (1981) que constitui um dos contributos mais válidos e completos no que concerne a esta temática. A teoria do Julgamento Moral de Lawrence Kohlberg sustenta o caráter construtivista da aprendizagem moral. Este autor elaborou uma teoria cognitivo-evolutiva da moralidade humana, explicando como se desenvolve as etapas do juízo moral a partir da interação do indivíduo com as condições sócio-histórico-culturais nas quais estes estão inseridos. O pensamento de Kohlberg é uma tentativa de explicar a moralidade como uma construção de princípios morais por parte do sujeito. Compreendendo o desenvolvimento moral como produto da interação entre as estruturas cognitivas e as condições externas do meio em que o individuo está inserido.

Palavras-chave: Desenvolvimento Moral. Adolescência. Kohlberg.


Texto completo: PDF

Apontamentos