AFETO, EMOÇÃO E EDUCAÇÃO NA INFÂNCIA E JUVENTUDE PARA A FORMAÇÃO SÓLIDA DO HOMEM SOCIALMENTE COMPETENTE

Glaucia de Freitas, Patrícia Campos Pereira, Sérgio Lins Calheiros Júnior

Resumo


A educação emocional e afetiva é um desafio que perdura há séculos e que precisa ser colocado em prática. Precisamos “cultivar” cérebros emocionalmente e afetivamente melhores para que os indivíduos se tornem homens socialmente competentes. A UNESCO preconiza a contemplação à formação holística para o desafio da educação no século XXI, e vem de encontro ao nosso objetivo de fazer com que compreendam, neste artigo, que a formação do homem integral baseia-se respectivamente no afeto, no amor, na educação emocional e intelectual. Assim, este artigo apresenta um estudo sobre esses aspectos fortemente presentes nas obras de Johann Heinrich Pestalozzi; o objetivo é verificar a importância do pensamento desse autor e sua influência na obra de tantos outros autores ao longo dos anos. A pesquisa bibliográfica foi a metodologia utilizada para escrever o artigo, fato este que dificultou bastante a realização do estudo, tendo em vista que sua obra não é de fácil acesso, e que a maioria de suas obras não foram traduzidas para o português. Para Pestalozzi o ser é moral e, como tal, deve descobrir essa natureza e cumprí-la. Portanto, neste estudo, pretendemos mostrar um pouco da história deste grande pensador, sua importância para as teorias educacionais contemporâneas e sua influência nas práticas educacionais atuais.

Palavras-chave: Educação. Pestalozzi. Moral. Indivíduo.


Texto completo: PDF

Apontamentos