EDUCAÇÃO E ARTE: UMA PROPOSTA DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA

Márcia Guimarães Oliveira de Souza, Tiago Zanquêta de Souza, Vanessa das Dores Teruel

Resumo


O presente artigo originou-se a partir da pesquisa-ação realizada pelo grupo de estudos Arkhé, formado por professores-tutores dos componentes curriculares de formação pedagógica comum dos cursos de Licenciatura-EAD da Universidade de Uberaba. Os objetivos dessa equipe são: desenvolver estudos no que diz respeito à formação continuada em serviço dos professores que atuam na modalidade à distância, sobretudo aquelas relacionadas ao Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA e à elaboração de material didático. Os objetos de análise e de propostas do grupo, relatados neste texto, são a construção de atividades complementares e de recursos pedagógicos para uma biblioteca virtual, tais como: levantamento de textos digitalizados; indicação de filmes, de vídeos e de imagens de obras de arte. A metodologia está fundamentada na pesquisa-ação, entendida como metodologia que oferece condições de discussões e produções cooperativas de conhecimentos específicos sobre a realidade da formação comum dos cursos em questão. Dialoga-se com Pimenta (2005) e Thiollent (1984) como teóricos de fundamentação metodológica. Os resultados apontam que a constituição de comunidades de professores-tutores, como investigadores de sua realidade educacional, contribui para a construção de uma ciência pedagógica crítica que pode se estabelecer como marco de enfrentamento às concepções técnicas da educação.

Palavras-chave: Educação a Distância. Formação de professores-tutores. Material didático.


Texto completo: PDF

Apontamentos