É VIOLÊNCIA, MAS NEM SEMPRE: PERCEPÇÕES INFANTIS SOBRE A VIOLÊNCIA ENTRE PARES NAS RELAÇÕES ESCOLARES

Thaís Resende Araújo Borges Bonfim, Fernanda Telles Márques

Resumo


Realizado no âmbito de uma pesquisa mais ampla, o presente trabalho tem como objetivo geral analisar percepções de crianças da educação básica a respeito das principais manifestações de violência entre pares ocorridas na escola. Trata-se de uma pesquisa de tipo etnográfico, envolvendo, além de levantamento e estudos bibliográficos, imersão em campo e coleta de dados em fonte primária. Os estudos bibliográficos foram distribuídos em leituras e discussões das áreas de Educação e Psicologia, que se deram no interior do Grupo de Estudos da Violência Escolar (GEVE).

Texto completo: PDF

Apontamentos