PLURALIDADE CULTURAL E ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Luana Rosa Rodrigues Romão, Natália Aparecida Morato Fernandes

Resumo


Este trabalho tem como recorte reflexões sobre o tema Pluralidade Cultural em interface com conteúdos de língua portuguesa para as séries finais do ensino fundamental. Tem como objetivo evidenciar a complexidade do trabalho com os temas transversais e a necessidade de proporcionar formação inicial e continuada de professores de boa qualidade, para que esses profissionais tenham condições de enfrentar adequadamente tal complexidade. Para tanto, tomamos como referência os Parâmetros Curriculares Nacionais, além de outros trabalhos que promovem a reflexão sobre o estudo da linguagem em interface com a questão da pluralidade cultural. Considerando a escola e a sala de aula como espaços que evidenciam a diversidade cultural do país, é possível estabelecer parâmetros para desencadear um processo de ensino-aprendizagem mais adequado às necessidades contemporâneas. Trabalhar com a pluralidade cultural no contexto escolar demanda formação para tal, já que subjetividades são construídas também nessa ocasião. O professor não é mero transmissor de conhecimentos nesse processo; ele conduz a reflexões que influenciam a identidade do aluno, proporcionando questionamentos ideológicos e sociais. Nesse sentido, o professor precisa de uma formação que vá além da especificidade disciplinar, que seja fundamentada nos diversos conhecimentos de mundo e embasada na diversidade cultural e no ensino voltado para as necessidades sociais da época. Apresenta-se como exemplo para se trabalhar a pluralidade cultural o uso da música em sala de aula, como instrumento que possibilita vincular prática e teoria na língua portuguesa, além de ressaltar as relações interpessoais, o autoconhecimento e a formação de identidade.

Palavras-chave: Pluralidade cultural. Identidade. Música. Língua Portuguesa.


Texto completo: PDF

Apontamentos