ANÁLISE DOS FATORES DE RISCO E PREVALÊNCIA DA LEUCOSE ENZOÓTICA BOVINA EM TRÊS MICRORREGIÕES DO TRIÂNGULO MINEIRO

Deise Maria Rito Macêdo, Joely Ferreira Figueiredo Bittar, Eustáquio Resende Bittar

Resumo


A Leucose Enzoótica Bovina (LEB) é uma infecção viral que acomete bovinos e pode manifestar-se na forma de linfocitose persistente ou presença de linfossarcomas. Está mundialmente distribuída e causa perdas econômicas, principalmente na pecuária leiteira. Este trabalho objetivou avaliar a prevalência da Leucose Enzoótica Bovina em rebanhos de três microrregiões do Triângulo Mineiro (Araxá, Frutal e Uberaba) e correlacionar com os achados epidemiológicos: tipo de atividade, ordenha, manejo sanitário e reprodutivo das propriedades. Foram colhidas 853 amostras de soro de bovinos fêmeas, acima de 24 meses de idade, para a caracterização da prevalência de anticorpos séricos antivírus da LEB por meio da prova de Imunodifusão em Gel de Agar (IDGA).

Texto completo: PDF

Apontamentos