VISITAS NO MUSEU DE BIODIVERSIDADE DO CERRRADO: QUAIS OS INTERESSES DOS PROFESSORES DE CIÊNCIAS NESTE ESPAÇO?

Flávia Machado dos Reis, Eduardo Kojy Takahashi

Resumo


Este trabalho apresenta resultados parciais de uma pesquisa de mestrado e apresenta seu foco de investigação nos objetivos e no planejamento dos professores de ciências que acompanham suas turmas em visitas á museus de ciências. Poucas investigações têm analisado o papel do professor dentro da elaboração e acompanhamento da visita ao museu, assim como as relações entre o museu e a escola. Neste sentido, optou-se por uma pesquisa qualitativa para tentar desvelar as relações entre os professores de ciências e o Museu de Biodiversidade do Cerrado - MBC. Os docentes demonstram interesse em visitar o MBC pelas exposições interativas e as atividades diversificadas que o mesmo oferece, porque aumenta o interesse e a curiosidade dos alunos em relação à ciência, porque ocorre complementação de conteúdos escolares e devido ao acompanhamento das atividades por um monitor. As atividades planejadas no retorno às escolas, relacionadas à visitação, incluem exposição de desenhos ou textos sobre o museu ou atividades desenvolvidas no espaço que chamaram a atenção do aluno. Um professor relata uma prática de extrema importância para o desenvolvimento da atividade de visitação: as informações sobre o local e as atividades disponíveis são obtidas pessoalmente, pois o mesmo visita o museu anteriormente. Percebemos mudanças significativas na prática dos professores de ciências que se disponibilizam a realizar estratégias didáticas diferentes com seus alunos, na tentativa de proporcionar diferentes experiências de aprendizagem científica. Porém, ainda precisamos avançar no sentido de integrar a equipe de mediadores do MBC com os professores de ciências que visitam o local com seus alunos.

Palavras-chave: Museu de Biodiversidade do Cerrado. Professores de Ciências. Ensino Fundamental. Mediadores.


Texto completo: PDF

Apontamentos