A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA PERSPECTIVA EPISTEMOLÓGICA DE BACHELARD

Elton Antônio Alves Pereira, Adriana Paula Martins, Waldirene Aparecida Rosa de Melo, Wilson de Sousa Benjamin, Sueli Teresinha de Abreu Bernardes

Resumo


Discussões epistemológicas sobre as relações professor-aluno-conhecimento norteiam a escolha temática deste estudo. Parte-se da questão: como se relacionam professor-aluno-conhecimento na construção dos primeiros conceitos científicos no ano inicial de um curso de Técnico em Agroindústria do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos – PROEJA? O objetivo é compreender o processo de construção do conhecimento científico em um curso profissionalizante, e para alcançá-lo opta-se por uma abordagem qualitativa. Os procedimentos metodológicos incluem um estudo de caso e a utilização de estudos bibliográficos, observações não-participantes e narrativas. Os autores que embasam essa metodologia são: André (1986, 2005), Bosi (1994), Benjamin (1983). Os resultados serão analisados na perspectiva epistemológica de Bachelard (1974, 1996) e nas discussões sobre o paradigma educacional emergente de Moraes (2010). O campo de pesquisa escolhido é o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro, IFTM, campus Uberaba, MG. A relevância deste trabalho é a possibilidade de fazer um estudo que poderá contribuir para a ampliação do referencial teórico sobre a construção do saber na formação profissionalizante. Na fase atual da pesquisa, realizam-se levantamentos bibliográficos e o desenvolvimento do projeto.


Palavras-chave: Relação professor-aluno-conhecimento. Conceito científico. Epistemologia bachelardiana.


Texto completo: PDF

Apontamentos