A PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: CONTRIBUIÇÕES DE J. C. LIBÂNEO E S. L. SHULMAN.

Neire Márcia da Cunha, Orlando Fernandéz Aquino, Maria Célia Borges

Resumo


A redação deste artigo nasce como resultado de dois fatores condicionantes: a nossa experiência como professores do Curso de Pedagogia a Distância da Universidade de Uberaba (UNIUBE) e os debates sobre a obra didática de autores
como J. C. Libâneo (1994, 2005, 2008a, 2008b, 2010) e S. L. Shulman (2005) no contexto da disciplina “Tópicos especiais de didática” do Programa de Pósgraduação em Educação da UNIUBE-MG. O estudo da obra desses autores nos tem
permitido repensar melhor a nossa a prática pedagógica ligada a um contexto universitário específico na EaD, e, consequentemente no aperfeiçoamento dessa prática.
O dito contexto é o Curso de Pedagogia, na modalidade EaD, da Universidade de Uberaba, especificamente sob a forma do currículo três. O Curso está organizado em sete etapas. Cada etapa conta com uma carga horária de 500 horas em média, perfazendo um total de 3503 horas, divididas entre atividades
presenciais e a distância. Dessa carga horária (3503 horas), segundo a organização curricular do referido curso, são destinadas 48% das horas (1665) para as atividades
denominadas Teóricas que se constitui do referencial teórico dos vinte e quatro componentes curriculares específicos (exe. Sociedade e Trabalho; Pensamento e Linguagem; Desenvolvimento do raciocínio lógico-matemático da criança, entre outros), distribuídos nas etapas. A cada início de etapa os alunos recebem o material de apoio para os estudos à distância: os livros/apostilas nos quais fazem suas consultas, suas leituras, suas releituras, suas abstrações e alguns dos
exercícios de apoio à aprendizagem, referentes a cada um dos componentes. O material, em sua grande maioria, foi escrito por professores da própria Universidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.