O ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUA CONTRIBUIÇÃO PARA FORMAÇÃO DOCENTE

Naiara Sousa Vilela, Geovana Ferreira Melo Teixeira, Marllon Fernandes Borges

Resumo


Este artigo evidencia questões referentes à docência universitária, bem como o papel dos professores formadores na orientação das práticas de ensino e dos estágios na formação inicial de licenciandos na Área de Ciências Humanas. Tem como objetivo principal analisar a relação teoria e prática no sentido de buscar uma compreensão à respeito do modo como os saberes são construídos e mobilizados e sua contribuição para com a prática pedagógica, formação de identidade e desenvolvimento da carreira docente. A partir desses propósitos, questionamos: Quais as contribuições dos docentes que atuam na Área de Ciências Humanas, especificamente, no componente curricular Estágio Supervisionado, para a formação teórico-prática dos licenciandos? Como se constrói a relação teoria e prática nos cursos de Licenciatura? Em que medida o estágio supervisionado contribui para a formação do docente? Como são configurados os saberes docentes durante o estágio? Para responder a estes questionamentos, apontamos através da pesquisa bibliográfica o ponto de partida para elaboração de um referencial de análise no sentido de obtermos uma compreensão consistente à respeito do estágio supervisionado para prática docente. Consideramos que este artigo poderá colaborar com os desdobramentos referentes ao tema apresentando-o como uma forma de pensar e intervir a realidade escolar sendo, portanto, um momento de reflexão e constante investigação numa associação de ensino e pesquisa. É nesse momento que professores formadores devem orientar os alunos estagiários a fim de que estes obtenham uma formação inicial vinculada à teoria aprendida em sala de aula além de, um olhar reflexivo para com a prática pedagógica.

Palavras-chave: Formação inicial. Estágio Supervisionado. Relação Teoria e Prática.


Texto completo: PDF

Apontamentos