METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO NO CURSO DE PEDAGOGIA: UM RELATO DE EXPERIENCIA

Sonia Bessa, Elton Anderson dos Santos Castro, Jadir Rodrigues Gonçalves

Resumo


Esse relato é um estudo de natureza qualitativa descritiva com o objetivo de vivenciar a metodologia de problematização na disciplina de Psicologia da educação, com estudantes do curso de pedagogia de universidade pública. Participaram 37 estudantes do 1o ano. O trabalho com os estudantes foi desenvolvido com referencia nos trabalhos de Neusi Berbel. Os estudantes vivenciaram novas experiências e  depararam-se com um ensino desafiador, no contato direto com a realidade. Envolveram-se de forma reflexiva, critica e criativa no processo de ensino aprendizagem. Verificou-se um comprometimento que privilegiou a investigação e a reflexão da atividade pedagógica. A MP se apresenta como uma alternativa consistente para a aprendizagem e para a construção da identidade profissional docente.


Referências


BERBEL, N. A. N. Metodologia da Problematização: uma alternativa metodológica apropriada para o Ensino Superior. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 16, n. 2, Ed. Especial, p. 9-19, out. 1995. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/viewFile/9458/8240 Acesso em 13 ago. 2015.

______. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v.2, n.2, 139-154.1998. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v2n2/08.pdf Acesso em 14 abr. 2015.

______. A Metodologia da Problematização e os ensinamentos de Paulo Freire: uma relação mais que perfeita. In: BERBEL, N. A. N. (Org). Metodologia da problematização: fundamentos e aplicações. Londrina: Ed. UEL, 1999.

_______. A pesquisa em didática e prática de ensino através da Metodologia da Problematização. In: ROMANOWSKI, J. P.; MARTINS, P. L. O.; JUNQUEIRA, S. R. A. (Org.). Conhecimento local e conhecimento universal: pesquisa, didática e ação docente. Curitiba: Champagnat, 2004.

_______. O exercício da práxis por meio da Metodologia da Problematização:

uma contribuição para a formação de profissionais da educação. In: BEHRENS, M. A.; ENS, R. T.; VOSGERAU, D. S. R. (Org.). Discutindo a educação na dimensão da práxis. Curitiba: Champagnat, 2007.

______; OLIVEIRA, C. C; VASCONCELOS, M. Desenvolvimento de estágio no curso de pedagogia com o uso da metodologia da problematização. Rev. Teoria e Prática da Educação, v. 13, n. 3, p. 33-44, set./dez. 2010. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/TeorPratEduc/article/view/15557 Acesso em: 7 abr. 2015.

______; GAMBOA, S.A. S. A metodologia da problematização com o Arco de Maguerez: uma perspectiva teórica e epistemológica. Filosofia e Educação (Online), v. 3: n. 2, p. 264-287, 2012. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rfe/article/view/8635462 Acesso em: 12 maio 2015.

BORDENAVE, J.D.; PEREIRA, A. M. Estratégias de ensino aprendizagem. 3. ed.

Petrópolis: Vozes, 2010.

CYRINO, E. G; PEREIRA, M. L. T. Trabalhando com estratégias de ensino-aprendizado por descoberta na área da saúde: a problematização e a aprendizagem baseada em problemas. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, n. 3, p.780-788, mai-jun, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2004000300015 Acesso em: 12 jun. 2015.

COLOMBO, A. A; BERBEL, N. A. N. A Metodologia da Problematização com o Arco de Maguerez e sua elação com os saberes de professores. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 28, n. 2, p. 121-146, jul.-dez. 2007. Disponível em: http://www.sgc.goias.gov.br/upload/links/arq_390_ametodologiadaproblematizacaocomoarcodemaguerez.pdf Acesso em: 23 set. 2015.

CUNHA, M. I. Inovações na educação superior: impactos na prática pedagógica e nos saberes da docência. Revista Em aberto. v.29. n.97. p 87-101, set/dez. 2016. Disponível em: http://rbep.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/view/2955 Acesso em: 15 dez. 2016.

GARCIA, M. F; LORENCINI JR, A; ZOMPERO, A. F. Análise da metodologia da problematização utilizando temas da sexualidade: tendências e possibilidades. ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIAS, VII, 2009. Florianópolis 2009. Disponível em: http://posgrad.fae.ufmg.br/posgrad/viienpec/pdfs/599.pdf Acesso em 22 nov. 2015.

HERNANDEZ, F. Aprendendo com as inovações na escola. Porto Alegre: ArtMed, 2000.

LIMA, M. G. S. Aspectos demarcadores do tornar-se professor: discutindo a formação e a prática pedagógica no ensino superior. Revista Diálogos Interdisciplinares - GEPFIP, Aquidauana, v. 1, n. 2, p. 219-233, dez. 2015. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2015.

KELLER, E; MASSETO, M. T. Currículo por projetos no ensino superior: desdobramentos para a inovação e qualidade na docência. Revista Triangulo. v. 5, n. 2, p. 03-21, jul.-dez. 2012. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/377 Acesso em: 18 nov. 2015.

______; BESSA, S. Construindo alternativas para a formação inicial de professores: a percepção de estudantes de pedagogia sobre a abordagem curricular integrada. Revista e-Curriculum, São Paulo, v.15, n.01, p. 153 – 176 jan./mar.2017. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/26097 Acesso em: 23 out. 2017.

MACEDO, L. Aprender com jogos e situações problemas. Porto Alegre: ArtMed, 2000.

MASETTO, M. T. Inovação na educação superior. Interface, v.8, n.14, p.197-202, set., 2003-fev.2004.

MATEIRO, T; FONSECA, D. F. uma proposta pedagógico-musical para um curso de formação de professores de educação infantil. ENCONTRO REGIONAL SUL DA ABEM DIVERSIDADE HUMANA, RESPONSABILIDADE SOCIAL E CURRÍCULOS, XVII, 2016. Curitiba, 13 a 15 de outubro de 2016.

NÓVOA, A. Desafios do trabalho do professor no mundo contemporâneo. Entrevista concedida a Revista do Sinpro-SP. 2007.

PIAGET, J. A gênese do número na criança. 3. ed. São Paulo: Zarah Editores, 1981.

SILVA, R. H. A; MIGUEL, S. S; TEIXEIRA, L. S. Problematização como método ativo de ensino–aprendizagem: estudantes de farmácia em cenários de prática. Revista Trab. Educ. Saúde, Rio de Janeiro, v. 9 n. 1, p. 77-93, mar./jun.2011.

TEO, C. R. P. A; COELHO, S. R. M. Emprego da metodologia da problematização no estudo da dificuldade de produção escrita entre alunos do ensino superior. Semina: Ciências Humanas e Sociais, Londrina, v. 23, p. 63-78, set. 2002.

VASCONCELOS, M. M. M; OLIVEIRA, C. C; BERBEL, N. Formação de professores: o desafio de integrar estágio com ensino e pesquisa na graduação. R. bras. Est. pedag., Brasília, v. 90, n. 226, p. 609-623, set./dez. 2009.

VIEIRA, M. N. C; PINTO, M. P. P. A Metodologia da Problematização como estratégia de integração ensino-serviço em cursos de graduação na área da saúde. Revista Medicina (Ribeirão Preto) 48(3):241-8. 2015.


Texto completo: PDF

Apontamentos