Formação pedagógica de docentes em estágio probatório na UFTM

Julio Cesar Oliveira Bernardo, Eliana Helena Corrêa Neves Salge, Wagner Roberto Batista

Resumo


A formação docente apresenta-se como uma complexa dimensão pedagógica. A partir de referenciais legais e teóricos que discorrem sobre a formação pedagógica de professores da Educação Superior, este trabalho abordará o programa de acolhimento e recepção de docentes iniciantes na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). Perpassa a experiência de formação pedagógica com docentes em estágio probatório, em obediência à normativa interna que instituiu a obrigatoriedade dessa ação. O objetivo principal é analisar o programa de recepção a docentes universitários iniciantes na UFTM, denominado “Bem-vindo, Professor”. É um relato de experiência, também com sustentação de pesquisa documental, observação assistemática e análise qualitativa, no qual se busca demonstrar a viabilidade de assessoramento pedagógico aos docentes nesse momento de suas carreiras. Apresenta resultados ainda parciais, está em execução, mas permite constatar que ações coletivas de formação pedagógica para professores dos cursos de graduação, em estágio probatório, já reúnem possibilidades de êxito para a docência e o processo ensino-aprendizagem.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRÉ, Marli Elisa Dalmazo Afonso. Etnografia da prática escolar. 14. ed. Campinas: Papirus, 2008.

ANDRÉ, Marli Elisa Dalmazo Afonso. Formação de professores: a constituição de um campo de estudos. Educação. Porto Alegre, v. 33, n. 3, p. 174-181, set./dez. 2010.

BORGES, Maria Célia; AQUINO, Orlando Fernández; PUENTES, Roberto Valdés. Formação de professores no Brasil: história, políticas e perspectivas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n.42, p.94-112, jun 2011. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639868. Acesso em: 25 jul. 2019.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 12.772, de 28 de dezembro de 2012. Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreiras e Cargos de Magistério Federal; sobre a Carreira do Magistério Superior, de que trata a Lei nº 7.596, de 10 de abril de 1987; sobre o Plano de Carreira e Cargos de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico e sobre o Plano de Carreiras de Magistério do Ensino Básico Federal, de que trata a Lei nº 11.784, de 22 de setembro de 2008; altera remuneração do Plano de Cargos Técnico-Administrativos em Educação [...]. D.O.U., Brasília, DF, 31 dez. 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12772.htm. Acesso em: 23 set. 2019.

DIAS DE SOUSA, Walêska Dayse. Identidade profissional docente no curso de medicina da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. 2011. 158f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG, 2011.

FERNÁNDEZ CRUZ, Manuel. Conceptualización del desarrollo profesional docente. In: GARCÍA, Carlos Marcelo; VAILLANT, Denise. Desarrollo profesional docente. España: Grupo Editorial Universitario, 2006. p. 9-30.

GARCÍA, Carlos Marcelo. Estrutura conceitual da formação de professores. In: GARCÍA, Carlos Marcelo. Formação de professores para uma mudança educativa. Lisboa: Porto Editora, 1991. p. 18-68.

GÜNTHER, Hartmut. Como elaborar um relato de pesquisa. Brasília, DF: UnB, 2003. 23 p. (Planejamento de Pesquisa nas Ciências Sociais; n. 2).

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MELO, Geovana Ferreira. Docência na universidade: em foco os formadores de professores. In: MELO, Geovana Ferreira; NAVES, Marisa Lomônoco de Paula (org.). Didática e docência universitária. Uberlândia, MG: EDUFU, 2012.

PACHANE, Graziela Giusti. Formação de professores para a docência universitária no Brasil: uma introdução histórica. Aprender: caderno de filosofia e psicologia da educação, Vitória da Conquista, BA, ano 7, n. 12, p. 25-42, jan./jun. 2009.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2010.

SAMPAIO, Adelar Aparecido; STOBÄUS, Claus Dieter. O apoio pedagógico na formação inicial: perspectivas para o bem-estar docente e desenvolvimento profissional. Revista Espaço Pedagógico, Passo Fundo, RS, v. 22, n. 2, p. 371-391, jul./dez. 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Resolução nº 18, de 13 de dezembro de 2018. Regulamenta os procedimentos de avaliação do estágio probatório e aquisição de estabilidade do servidor investido em cargo público de provimento efetivo na UFTM. Uberaba, MG: UFTM, 2018. 17 f.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Resolução nº 3 de 16 de abril de 2013, do Conselho Universitário da UFTM. Aprova o plano de desenvolvimento institucional - PDI - Ciclo 2012-2016 da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Uberaba, MG: UFTM, 2013.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Projeto pedagógico institucional da Universidade Federal do Triângulo Mineiro: PPI UFTM 2017-2021. Uberaba, MG: UFTM, 2017. 78 p.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO. Programa “Bem-vindo, Professor”. Uberaba, MG: UFTM, 2019.22 p. Disponível em: http://www.uftm.edu.br/proens/apoio-tecnico-pedagogico/bemvindo. Acesso em: 05 ago. 2019.




DOI: https://doi.org/10.31496/rpd.v20i43.1349

Apontamentos

  • Não há apontamentos.