A formação do sentido como produto da atividade semiótica

Autores

  • Selma Aparecida Ferreira da Costa Universidade de Uberaba – UNIUBE, Brasil / Secretaria Municipal de Educação de Uberaba, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.31496/rpd.v24i49.1686

Palavras-chave:

Educação, Desenvolvimento infantil, Mediação semiótica

Resumo

Este artigo apresenta parte de uma pesquisa de Doutorado cuja finalidade é analisar as formas como a criança se apropria dos significados culturais convencionalmente elaborados pela sociedade, convertendo-os em sentidos pessoais, tendo a linguagem como mediadora deste processo. A compreensão acerca do modo como acontece a conversão do social e o cultural e a dinâmica deste processo na formação das funções psíquicas superiores torna-se relevante para a compreensão do conceito de mediação semiótica. Elucidar o modo como a criança utiliza a palavra em situações que lhes exigissem a formação de um conceito de significação e a generalização desse processo na comunicação com o outro social, nos fornece elementos para organizar situações sociais de desenvolvimento do pensamento efetivamente desenvolventes. A análise subsidia-se no método instrumental histórico genético e na Teoria Histórico-Cultural, com a finalidade de ressaltar o papel da linguagem na formação das funções psíquicas superiores. Os resultados revelaram que o processo de significação, mediado pela palavra, a partir de experiências culturais vivenciadas, possibilita à criança o desenvolvimento do pensamento verbal, e ascender da percepção imediata de objetos e fenômenos à percepção compreensiva da realidade circundante.

Biografia do Autor

Selma Aparecida Ferreira da Costa, Universidade de Uberaba – UNIUBE, Brasil / Secretaria Municipal de Educação de Uberaba, Brasil

Cursando Pós Doutorado em Educação, na Uniube. Doutora em Educação, pela Unesp (2019); Mestre em Educação, pela Uniube (2014). Graduada em Pedagogia e Letras. Pesquisadora sobre o desenvolvimento humano na infância. Atua como professora formadora para a docência na Educação Básica, no Departamento de formação profissional da Secretaria Municipal de Educação de Uberaba - MG. 

Referências

COSTA, S. A. F. da. Um estudo sobre o desenvolvimento da função simbólica da consciência e o processo de humanização da criança na educação infantil. Tese (Doutorado em Educação), Unesp, Marília, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/191310. Acesso em: 03 jul. 2023.

GINZBURG, C. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. Trad. Frederico Carotti. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte Universitário, 1978.

LURIA, A. R. Pensamento e linguagem: as últimas conferências de Luria. Trad. Diana Myriam Lichtenstein e Mário Corso. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1987.

LURIA, A. R. Desenvolvimento cognitivo: seus fundamentos culturais e sociais. tradução: Fernando Limongeli Gurgueira. 6. ed. São Paulo: Ícone, 2010.

MARTINS, L. M. O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar: contribuições à luz da Psicologia Histórico-Cultural e da Pedagogia Histórico-Crítica. Campinas: Autores Associados, 2015.

PINO, A. O conceito de mediação semiótica em Vygotsky e seu papel na explicação do psiquismo humano. Cadernos CEDES. Campinas: Papirus, n. 24, p. 32-43, 1991.

PINO, A. As marcas do humano: as origens da constituição cultural da criança na perspectiva de Lev S. Vigotski. São Paulo: Cortez, 2005.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

VYGOTSKI, L. S. Obras escogidas. 2. ed. Madrid: Machado Libros, 2001. v. 2.

VYGOTSKI, L. S. Obras escogidas. 2. ed. Madrid: Aprendizaje Visor. 2000. v. 3.

VIGOTSKI, L. S.; LURIA, A. R., Funktsiya znakov v razvitii vysshikh psikhicheskikhprotsessov. In: Orudiye i znak v razvitii rebenka [Instrumento e signo no desenvolvimento infantil]. Traduzido por Bruno Bianchi. Moscou: Pedagogika, 1984. Escrito originalmente em 1930. Disponível em: https://medium.com/katharsis. Acesso em: 03 jul. 2023.

Downloads

Publicado

2024-07-08

Como Citar

Aparecida Ferreira da Costa, S. (2024). A formação do sentido como produto da atividade semiótica. Revista Profissão Docente, 24(49), 1–18. https://doi.org/10.31496/rpd.v24i49.1686