Percepções sobre a reforma do Ensino Médio pelo viés da Análise do Discurso Textualmente Orientada e da Multimodalidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31496/rpd.v22i47.1451

Palavras-chave:

Análise crítica do discurso, Ensino Médio, Reforma do Ensino Médio, Multimodalidade.

Resumo

Conforme Ministério da Educação, para 2020, estavam previstas mudanças no Ensino Médio, a partir das recentes alterações no Plano Nacional de Educação, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, nas novas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio e da elaboração da parte para o Ensino Médio da Base Nacional Comum Curricular. Com isso, é importante refletir como foram construídos os discursos dentro dessas alterações que geram grandes e importantes impactos no contexto educacional brasileiro. Partindo disso, este estudo visa compreender como os diferentes recursos semióticos presentes no texto do Guia do Novo Ensino Médio são instanciados a fim de buscar uma adesão à argumentação proposta para que, em uma visão simplória, o único caminho para “salvar” a educação seja por meio de uma reforma do Ensino Médio. Para tanto, recorremos ao quadro teórico-metodológicos da Análise do Discurso Textualmente Orientada (CHOULIARAKI; FAIRCLOUGH, 1999), dos preceitos da Semiótica Social (KRESS, 1988) para compreender tal proposta.  

Biografia do Autor

Henrique Campos Freitas, Universidade de Uberaba - UNIUBEUniversidade Federal de Minas Gerais

Doutorando em Estudos Linguísticos (Universidade Federal de Minas Gerais - PosLin/UFMG), mestre em Estudos Linguísticos (Universidade Federal de Uberlândia - PPGEL/UFU), especialista em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira (UNINTER), especialista em Gestão Escolar (Administração, Supervisão, Orientação e Inspeção) (FAVENI), licenciado em Letras-Português e Inglês (Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM) e técnico em Secretariado (SENAC/MG). Tem experiência nas áreas de Linguística e Língua Portuguesa, atuando no ensino superior, nos ensinos fundamental e médio, além de possuir experiência com rotinas administrativas de secretaria escolar. Suas investigações acadêmicas baseiam-se nos seguintes temas: Análise Crítica do Discurso (ACD), Linguística Sistêmico-Funcional (LSF), Sistema de Avaliatividade, Linguística de Corpus (LC), BNCC, Linguística Aplicada, Educação a distância e Ensino de Língua Portuguesa. 

Referências

BRENT, G. R. Análise Crítica do Discurso: uma proposta transdisciplinar para a investigação crítica da linguagem. In: LIMA, C. H. P.; PIMENTA, S. M. de O.; AZEVEDO, A. M. T. de. Incursões Semióticas: Teoria e Prática de Gramática Sistêmico-Funcional, Multimodalidade, Semiótica Social e Análise Crítica do Discurso. Rio de Janeiro: Livre Expressão, 2009.

CHOULIARAKI, L.; FAIRCLOUGH, N. Discourse in late modernity. Rethinking Critical Discourse Analysis. Edinburgh: Edinburgh University Press, 1999.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001.

FAIRCLOUGH, N. Language and power. London: Longam, 1989.

FERRETTI, C. J. A reforma do Ensino Médio e sua questionável concepção de qualidade da educação. Estud. av., São Paulo, v. 32, n. 93, p. 25-42, ago. 2018. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142018000200025&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 15 nov. 2019.

FREITAS, H. C. Análise contrastiva das Circunstâncias de Ângulo em corpus sobre a proposta da nova Base Nacional Comum Curricular: perspectivas a partir do Sistema de Avaliatividade - 2017. 142 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.

GERALDI, J. W. O ensino de língua portuguesa e a Base Nacional Comum Curricular. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 9, n. 17, p. 381-396, jul./dez. 2015. Disponível em: https://smeduquedecaxias.rj.gov.br/smeportal/wp-content/uploads/2020/08/Ensino-de-LP-e-BNCC_Geraldi.pdf. Acesso em: 10 nov. 2021.

GUALBERTO, C.; PIMENTA, S. A Multimodal Analysis of Aesthetics in Brazilian School Textbooks. In: TØNNESSEN, E. S.; FORSGREN, F. (Ed.). Multimodality and Aesthetics. Londres: Routledge, 2019.

GUALBERTO, C. L. Multimodalidade em livros didáticos de língua portuguesa: uma análise a partir da semiótica social e da gramática do design visual. 2016. 181 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/MGSS-A8KNM8/1/c_l_gualberto_tese_capa_dura.pdf. Acesso em: 05 dez. 2021.

HALLIDAY, M. A. K.; McINTOSH, A.; McIntosh; STREVENS, P. The Linguistic Sciences and Language Teaching. London: Longmans, 1964.

HALLIDAY, M. A. K. Estrutura e função da linguagem. Tradução de Jesus Antônio Durigan. In: LYONS, J. (org.). Novos horizontes em Lingüística. São Paulo: Cultrix, 1976.

HALLIDAY, M. A. K Language as Social Semiotic: The Social Interpretation of Language and Meaning. London: Edgard Arnold, 1978a.

HALLIDAY, M.; HASAN, R. Language, context and text: aspects of language in a social semiotic perspective. Oxford: OUP, 1989.

HALLIDAY, M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. An introduction to functional grammar. 4th edition. London and New York, Routledge, 2004.

KRESS, G; van LEEUWEN, T. Reading Images: The Grammar of Visual Design. Londres: Routledge, 2006.

______. Colour as a semiotic mode: notes for a grammar of colour. Visual Communication, [s.l.], v. 1, n. 3, p.343-368, out. 2002.

MACHIN, David. Introduction to multimodal analysis. London: Bloomsbury, 2007.

NATIVIDADE, C.; PIMENTA, S. A Semiótica Social e a Multimodalidade. In: LIMA, C. H. P.; PIMENTA, S. M. de O.; AZEVEDO, A. M. T. de. Incursões Semióticas: Teoria e Prática de Gramática Sistêmico-Funcional, Multimodalidade, Semiótica Social e Análise Crítica do Discurso. Rio de Janeiro: Livre Expressão, 2009.

NEVES, M. H. M. A gramática funcional. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

ORMUNDO, J. da S. A reconfiguração da linguagem na globalização: investigação da linguagem on-line. 2007. 272f. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade de Brasília, Brasília, 2007. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/3311. Acesso em: 05 dez. 2021.

van LEEUWEN, T. The language of colour. Londres: Routledge, 2011.

Downloads

Publicado

2022-09-05

Como Citar

Freitas, H. C. (2022). Percepções sobre a reforma do Ensino Médio pelo viés da Análise do Discurso Textualmente Orientada e da Multimodalidade. Revista Profissão Docente, 22(47), 01–24. https://doi.org/10.31496/rpd.v22i47.1451